Orígenes de CesareiaOrígenes, no seu quarto livro, De Príncipiis, dá-nos algumas sugestões valiosas sobre como interpretar as escrituras. Segundo Orígenes, as Escrituras são semelhantes ao complexo humano, tendo diversos níveis de significados possíveis.

O Corpo Físico

Como o homem tem um corpo mortal, material, assim as Escrituras às vezes devem ser interpretadas literalmente.

A Alma

Como o homem tem uma alma, assim as Escrituras às vezes devem ser interpretadas moralmente. Isto é, lições morais podem ser extraídas de passagens que, entena.das literalmente, não têm significado para nós. Por exemplo: aquelas passagens que descrevem matanças e brutalidades dificilmente nos podem ensinar alguma coisa sobre a espiritualidade. Na verdade, são repugnantes para nós. Até mesmo nesses casos, podemos extrair lições morais importantes.

O Espírito

O homem é um espírito, assim as Escrituras às vezes devem ser interpretadas espiritualmente, através de metáforas. Dessa maneira, verdades podem ser obtidas além do literal ou moral.

Algumas passagens admitem os três modos de interpretação, mas outras são limitadas a um ou dois.

A VERDADE É COMO UMA AVENTURA

Enquanto algumas verdades são dadas livremente através da revelação e podem ser entendidas facilmente, outras com freqüência exigem trabalho árduo para que sejam compreendidas. A verdade pode ser como uma mina de ouro que precisa ser trabalhada. O homem que se esforça em descobrir a verdade é aquele que recebe a recompensa dos tesouros de sabedoria e conhecimento. A verdade é uma aventura. Não devemos ter medo de nos aventurar, porque esta aventura é gloriosa. Não devemos permitir que os dogmas impeçam a nossa busca.